Sonhos de um futuro bom

Ao meu redor estão imagens de nós dois como vídeos, como memórias do que nunca aconteceu. Nos vejo na cozinha, de pés descalços, você sem camisa, cozinhando e rindo e conversando ao som de um blues qualquer.
Estamos juntos no café da manhã quando você prepara o café preto e eu as torradas.

E os beijos de despedida apressados que trocamos na porta de casa, já que estamos sempre atrasados.

E todas as vezes que tivemos que sair correndo um atrás do outro para levar algo que o outro esqueceu em casa.

Naquelas semanas difíceis em que ficamos cada um em um canto da casa estudando pras provas.

Nas noites frias em que nos sentamos na sala sob um cobertor e ficamos lendo encostados um no outro.

Nas manhãs de sábado que sentamos no sofá comendo bolo de cenoura e assistindo Bob Esponja.

E todas as vezes que escovamos os dentes juntos, fazendo caretas em frente ao espelho.

E todas as discussões bobas que sempre acabaram em beijos ardentes e nossos corpos nus e suados fazendo amor em todos os cômodos da casa.

E os olhares e os sorrisos e os passeios de mãos dadas…

E eu te olhando nervosa enquanto tu lê algum dos meus textos antes que eu o publique, porque a tua opinião é a mais importante pra mim.

E os dias em que fizemos jantares à luz de velas.

E todos os bilhetes com “tira o lixo”, “estende as roupas”, “não tive tempo de varrer a casa, varre pra mim?”, “vou ter que ficar na faculdade até mais tarde, te ligo quando tiver um intervalo”, “vamos almoçar juntos?”…

E os abraços…ah!, os abraços…teus braços são o melhor lugar do mundo e eu me vejo aninhada neles enquanto conversamos sobre as semanas difíceis e as frustrações, mas também enquanto fazemos planos bobos de viagens que talvez nunca façamos, mas faremos algumas, porque o mundo nos chama.

E os dias de saudade absurda quando nos afastamos.

E as cartas de amor que eu escrevi pra te lembrar que meu coração só bate por ti.

E as juras de amor ao pé do ouvido sob a luz do luar.

Ah, amor, eu nos vejo fazendo tudo isso e tanto a mais…eu nos vejo juntos, em momentos bons e ruins, de mãos dadas passando por tempestades e tomando banho de chuva como duas crianças numa manhã de natal.

E eu quero isso, tudo isso, cada carícia, cada sorriso, cada briga, cada lágrima, quero tudo ao teu lado, nos teus braços, nos teus lábios, no teu amor.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s