Não tá pedindo

ImagemImagem

Eu adoro quando um homem escreve algo absurdamente machista, principalmente quando ele diz que nada daquilo tem a ver com feminismo, que a opinião desrespeitosa e preconceituosa dele não me afeta.
Eu adoro quando um homem fala mal do machismo sendo machista só pra ganhar aprovação e sexo.
Eu sei que existem homens que realmente respeitam-nos, que realmente queriam poder nos proteger do assédio diário, que entendem que quando um homem desrespeita uma mulher ele está desrespeitando sua avó, sua mãe, sua esposa, sua filha; mas entender que existe uma dor é diferente de ser mulher, é diferente porque só mulheres sabem o que e como sentem quando veem injustiças acontecerem consigo e com outras apenas por serem mulheres; porque só nós sabemos o medo, a insegurança, os pesadelos, a dor, o trauma que isso nos causa.
A verdade é que é um tormento ser mulher, ter que passar por “te chupo todinha”, “levava pra casa e arrebentava essa bundinha”, passadas de mão, tudo isso pelo que tantas mulheres passam todos os dias.
Não é um elogio, não vai me fazer sentir sensual. Não.
Vai fazer que com que me sinta suja, nojenta, revoltada, com vontade de dar meia volta e arrebentar uns narizes.
Quando eu vejo homens e mulheres julgando a saia, o short, a blusa de uma menina eu me sinto mal, tenho vontade de ir lá e abraçá-la e dizer que não vai passar, que ela vai continuar ouvindo besteiras, coisas ridículas, mas que ela não pode se deixar levar por isso, que ela não pode deixar de ser ela.
Quantas mulheres entram em depressão por essa violência diária contra o seu sexo. Quantas mulheres se escondem em moletons largos para não passarem por esse tipo de coisa (e passam por isso de qualquer forma, porque roupas largas não fazem com que a respeitem mais do que com saia curta).
E as lésbicas que são ameaçadas, porque um “vou te apresentar o que é sexo de verdade”, “só gosta de mulher porque nunca esteve com um homem” é uma ameaça, é um nojo; elas que não podem sair de mãos dadas ou beijarem suas companheiras porque podem vir a serem linchadas (já aconteceu mais de uma vez), repudiadas.
Que merda de sociedade vocês são? Os pais de vocês não ensinaram respeito? Não só às mulheres, mas a todos. Pelo amor de seja lá em que você acredita, desrespeitar alguém é ridículo. Não é só uma piadinha. É algo que vai perturbar a vida inteira de uma pessoa. A vida INTEIRA.
Nada disso é besteira ou piada, isso é sério, isso é doloroso para alguém.
Tenha bom senso, seja melhor do que “ai, que menina vadia, olha o tamanho daquela saia”, “aquela puta fica tirando fotos sensuais, tá pedindo”.
NÃO TÁ PEDINDO. NÃO TÁ TE QUERENDO. NÃO TÁ TE DANDO LIBERDADE DE ENCOSTAR NELA. NEM DE AGREDIR ELA. NÃO IMPORTA O TAMANHO DA SAIA DELA. NÃO IMPORTA SE ELA É PROSTITUTA. NÃO IMPORTA O TAMANHO DO DECOTE DELA. NÃO IMPORTA.
NÃO FAÇA. NÃO AGRIDA.
Toda vez que você agride uma mulher, você está agredindo a SUA mãe, a SUA avó, a SUA namorada.
Bom dia.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s