À descendência

Existe um momento em que o homem deixa de ser um menino, mas como as mais belas poesias, ele não precisa de um grande feito para isso.
Entenda, querido, a beleza acontece nas pequenas coisas, nos segredos, em tudo o que não vemos ou não podemos entender completamente, mas que se comunica com a nossa essência. Todos buscam respostas, mas se há respostas não há buscas. O que faríamos sem as buscas? Decerto deitaríamos e esperaríamos a morte. Que tipo de vida seria essa?
Vê? Buscas… Então busca, criança, não para encontrar as respostas, mas para não ter uma vida vã.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s