#BEDA 02 – Hoje eu só queria não existir

A luz da minha sala não liga. Não tem nada de errado com a lâmpada e, supostamente, nem com a fiação. Às vezes ela liga na primeira tentativa, às vezes ela liga depois de o interruptor estar no liga há algum tempo. Não tem uma regra ou um ponto em comum que me ajude a saber o que está acontecendo.
A minha luz nem sempre liga. Eu não sei reagir a coisas que me surpreendam, inclusive sempre reajo da pior maneira possível. Pra alguém que supostamente deveria ter o dom da palavra ou alguma merda assim, eu to sempre metendo os pés pelas mãos e falando coisas que não poderia ou não deveria, continuamente repensando o que falo e como falo. Porém, eu não sinto que o mesmo favor me seja feito.
Quando a minha luz pisca eu vejo todas essas coisas que precisam ser consertadas. Consertar a si mesmo não é fácil, nós criamos essas manias, erguemos muitos muros, seres medrosos por natureza e se desfazer de medos é uma tarefa muito difícil, pode levar anos, pode levar a vida inteira.
Há anos chega um ponto em que alguém me diz “tu me parecia uma pessoa tão cheia de certezas, tão segura”, eu não por quê as pessoas pensam isso, não sei de onde vêm essas ideias, mas é sempre interessante ver essa visão caindo por terra.
Hoje, especialmente, eu não consigo me olhar, sinto a garganta fechada, choro de pouco em pouco, tenho falta de ar, enjoo, tontura, tentei sair de casa, ver pessoas, mas a minha mente me tira dos lugares e me devolve pra esse lugar onde eu sinto desprezo e desespero por tudo e por todos, myself included.
Minha psicóloga diz que eu não devo tomar decisões nesses momentos, que eu tenho que respirar fundo e tentar organizar meus pensamentos, meus sentimentos, me permitir chorar, respirar fundo outra vez e outra até que eu me acalme.
Então eu deito no chão frio, respiro fundo, penso. Quanto mais eu penso, mais eu me sinto errada. A pessoa errada, no lugar errado, com as pessoas erradas, falando e fazendo as coisas erradas.
Existe algo que seja certo? Seriam os bons momentos reais, ou são ilusões de uma mente cansada?
Pra todo lado que eu olho só tem chuva. Luzes apagadas. Aquele velho sentimento abre a porta: hoje eu só queria não existir.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s